9.4.21

Conheça os dez erros mais cometidos pelas noivas ao organizar o casamento e fuja deles

  • Organizar um casamento não é uma daquelas coisas que uma mulher já nasce sabendo. E, como também não dá para sair praticando por aí, a não ser que a tarefa vire profissão, é preciso estar sempre atenta para erros que, apesar de serem comuns, podem prejudicar o resultado final da cerimônia.  Abaixo, veja quais são e saiba como contorná-los:
Escolher o local apenas pelo preço
Há noivas que, na hora de escolher o local da cerimônia, acabam se prendendo mais ao preço de locação do que o local em si. “Se não tiver nada a ver com o casal, não há motivos para fazer o casamento. Transformar o local encarece muito mais o orçamento da decoração”, 
O que fazer? Antes de focar no valor, é preciso que o casal se identifique com o lugar. Procure com calma e verá que é possível encontrar algo dentro do orçamento e que se adeque aos noivos.

Convidar pessoas achando que elas não vão
Um dos principais fatores que delimitam o tamanho da festa é o número de convidados. “É muito comum calcularem a festa pensando que muitas pessoas não irão. Corre-se o risco de ter o espaço lotado ou de não comportar todos os convidados, faltar alimentos e bebidas, entre outras coisas”.
O que fazer? O ideal é que se faça uma confirmação de presença (pedindo para convidados confirmar presença por exemplo) com antecedência, para que você possa se programar e não correr riscos. 

Fazer mudanças radicais no visual
“Não tinja o cabelo, não corte-o curto, não faça permanentes nem alisamentos. Enfim, não mude radicalmente para o seu casamento”. Lembre-se que você ficará daquele jeito para sempre nas recordações da festa, como fotos e vídeo. E, caso não fique 100% do seu agrado, a lembrança pode não ser tão boa.
O que fazer? Faça testes de maquiagem e penteado e escolha um visual que combine com o seu estilo. Não arrisque!
Esquecer a cláusula de horário limite
Há sempre um horário estipulado para o término da festa. “Muitas vezes, o casal vê a cláusula de hora extra e não percebe que isso se aplica à desmontagem também. Aí, querem estender o tempo de festa e acabam se comprometendo com as regras do espaço”.
O que fazer? Cheque com a equipe quanto tempo para desmontagem é necessário e programe-se sempre com uma margem de tempo para o término.
Convidar damas e pajens muito novos
Crianças são lindas, mas, o ideal é não chamar menores de cinco anos. Não corra o risco de a cerimônia ser interrompida por causa dos pequenos, já que, no momento, eles podem não querer entrar na igreja, parar no meio do caminho ou até começar a chorar.
O que fazer? É importante que tenha um casal mais velho (maior de cinco anos) junto, para assegurar que levem as alianças, deixando o casal mais novo entrar apenas como floristas.


Exagerar nas atrações da festa
Assim como exagerar no número de referências para a decoração da festa, que pode acabar resultando em um carnaval de informações, também é preciso evitar muitas atrações, como banda, escola de samba, show pirotécnico, retrospectiva animada, garçons cantores, entre outros. “Lembre-se que seus convidados não estão pagando entrada para um show e, sim, estão querendo curtir o privilégio de terem sido convidados para participar de um momento tão especial”.
O que fazer? Foque naquilo que você acredita combinar mais com o clima do casal e também dos convidados, para que eles curtam com vocês.

Preocupar-se demais com os convidados
Uma festa de casamento é sempre planejada com muito carinho e detalhes e é feita para todos. Por isso, não se prenda em cumprimentar todos os convidados. Além de cansativo, você deixará de aproveitar cada detalhe da festa, como jantar, bebida, música, etc.
O que fazer? Os convidados estão lá para prestigiar os noivos. É preciso, sim, dividir a atenção com eles, mas não perca os momentos da festa por causa disso. Na pista, você com certeza vai cruzar com todos eles e dar atenção, mesmo que rápida.

Excluir noivo, mãe e sogra das decisões
Não adianta: mãe é mãe. E como toda mãe, ainda mais de noivos, gosta de participar. Por isso, tirá-las do processo de organização do casamento pode deixá-las magoadas. O mesmo acontece com o noivo, que pode se sentir excluído das decisões.
O que fazer? Você não precisa deixar que elas tomem conta de tudo, mas deixe que participem, pelo menos, de algumas decisões. “Pergunte o que acham da cor da decoração ou leve uma delas para a escolha do modelo de convite. Deixe que se sintam úteis e importantes. Isso com certeza vai trazer mais tranquilidade durante a organização, além de deixar a mãe e a sogra felizes”.

Escolher DJ badalado sem conhecer o estilo
Não é só porque o nome do DJ é muito comentado entre os seus amigos e amigas que ele será bom para o seu casamento. “Como todo fornecedor, esse profissional também tem um estilo e a noiva deve saber se ele tocará o que ela gosta ou não. Há DJ’s que se recusam a tocar, por exemplo, sertanejo ou pagode”.
O que fazer? Antes de fechar com algum profissional, pesquise sobre o trabalho dele e converse abertamente sobre o que você espera do repertório da festa, para não ter surpresas na última hora e acabar se estressando.Tenha certeza que o DJ toca as músicas que gosta e não seja surpreendida na festa
Acreditar que a noiva pode carregar o mundo nas costas
Muitas mulheres se sobrecarregam na hora de organizar o casamento. “Fazer tudo sozinha, junto com a agenda pessoal e profissional, causa estresse, irritação e, na maioria das vezes, queda de desempenho profissional. Afinal, o casamento se torna prioridade”.
O que fazer? Para evitar que isso aconteça, o ideal é que a noiva contrate uma assessora para ajudá-la em toda a organização, para otimizar o tempo dela e deixá-la mais tranquila para esse momento tão importante.
Fonte:mulher.uol

6.4.21

Casamento econômico: torne seu sonho acessível


Grande parte das mulheres sonha com o dia do seu casamento. A festa que celebra o amor é sempre pensada nos detalhes e não há limites para a comemoração ser marcante e especial. Mas por conta dos vários desejos nem sempre o orçamento do sonho se torna acessível.

Pensando em auxiliar as noivinhas a conquistar sua celebração merecedora de muitos cliques e suspiros, selecionamos inspirações e fomos atrás de produções econômicas.

 Mesas bem decoradas, com baixo custo: não só a noiva como os convidados também apreciam mesas festivas e floridas. Porém, usar arranjos com flores naturais pode sair mais caro do que imagina. Para alcançar um resultado charmoso e fazer uma vaquinha para outras necessidades da festa, escolher vasos com flores artificiais, compor com velas e abusar de enfeites nos guardanapos é ótima solução. O combo faz um efeito igualmente delicado e a verba extra será bem-vinda em outras necessidades da lista.

Cenário que encanta: para a mesa de doces a sugestão da substituição do volume de flores naturais continua. Ao invés de vasos altos e flores de corte, a decoração da mesa de doces pode ficar tão atraente quanto com arranjos bem escolhidos, gaiolas suspensas e flores em vasos.

Uma solução linda para compor os doces e enfeitar é misturar peças decorativas de família, do seu próprio acervo. No lugar de despender com locação, procure por louças e objetos familiares que contam história e decoram. Aí está mais uma ecomomia para o checklist.

Lembrancinha marcante: na hora de escolher o mimo que os convidados levam pra casa também é possível economizar. Há todas as sortes do famoso bem-casado e os valores variam muito. Entre nossos lojistas, há saborosos docinhos com preços que agradam. Vale fazer uma pesquisa!

Já para quem prefere inovar, também há opções que marcam sem pesar no bolso. Uma ideia simpática é distribuir sachês de sementes. Pode ser personalizado e o gesto além de fofo é sustentável. Outra ideia bacana é unir decoração à lembrancinha: vasos de suculentas ou outras mini plantas podem decorar mesas e também serem oferecidadas às convidadas depois da festa.

Quando o assunto são os comes e bebes, deixamos uma dica: fique atenta à hora escolhida para a comemoração. Os valores somados para um brunch completo são muito diferentes daqueles para um jantar. Se a proposta é celebrar em grande estilo sem gastar as reservas da lua de mel, pense em comidinhas volantes e bebidas mais enxutas. Não se preocupe, porque a diversão e beleza serão tão comentadas quanto! O importante é pensar em cada item com carinho e adequar às possibilidades. :)
by Marcela Stump

2.4.21

Como lidar com o estresse no dia do casamento

Chegou o dia mais aguardado do ano, mas você se olha no espelho e vê um rosto cansado e marcado pelo estresse. Bem, você não é a única. Estudos recentes sobre os momentos mais tensos da vida colocam o casamento em terceiro lugar, precedido apenas pelo excesso de trabalho e pelo estresse decorrente de doenças.

Embora o casamento seja um dos momentos mais felizes da vida, também carrega o peso de muitas decisões, emoções e mudanças. Para algumas noivas, a tensão está na transformação profunda que virá, devido à união sentimental e financeira com o noivo; para outras, o nervosismo é provocado pelo temor de deixar a casa dos pais e a vida de solteira. Somando esses fatores a todo o planejamento e tomada de decisões para a realização da cerimônia de seus sonhos, acrescente emoções fortes e terá a receita perfeita de um ataque de estresse. Mas nem tudo está perdido.

Veja como lidar como o estresse provocado por:

Família: Os parentes podem atrapalhar de várias formas: os pais e irmãos não aprovam o noivo; querem se encarregar de tudo ou não querem ajudar em nada; não deixam você gastar um centavo a mais do orçamento ou gastam demais em um casamento excessivamente luxuoso (incluindo pavões reais desfilando pelo jardim... rs).

Seja qual for à situação de conflito, você deve falar diretamente com eles e explicar em detalhes como gostaria que fosse seu casamento, da cerimônia à recepção. Esclareça se deseja seu apoio financeiro e quais os valores máximos. Defina sua lista de convidados e qual o nível de participação que espera deles no planejamento e execução das tarefas.

Opinião de terceiros: Sempre que você comparecer a eventos sociais, descobrirá que sempre haverá alguém disposto a dar opiniões sobre seu casamento. Lembre-se de que você e seu noivo são as únicas pessoas interessadas. Escute o que têm a dizer e agradeça o interesse, mas atenham-se os seus planos, respeitando seu estilo e os limites do orçamento.

Dilemas do casal: Naturalmente, muitas decisões só podem ser tomadas pelos próprios noivos. Em geral, a noiva não para de falar sobre o casamento e o noivo se envolve menos. Para evitar discussões e estresse, converse com seu noivo e decida o orçamento, além das tarefas designadas a cada um. Você pode recorrer a um consultor de casamentos, um livro de planejamento ou a um guia de tarefas.

Prestadores de serviços: Lembre-se de que seu casamento é o negócio deles. Alguns ajudarão a decidir o que é melhor para você, mas outros estarão mais interessados em tirar o máximo proveito do evento. Calma, não decida nada com pressa. Faça cotações, mantenha-se fiel a seu estilo e só tome decisões dentro do orçamento. Dessa maneira, você evitará decisões impulsivas.

Sonhe com seu casamento. Escute seu coração, faça coisas que lhe façam bem e não pense só em problemas, em tempo (corrido) ou em dinheiro. Pense em coisas boas, nas sensações do grande dia para emanar coisas boas também, que tudo dará certo. Portanto… relaxe!
Fonte: Herrera

22.3.21

Vestidos Estilo Romântico

A maioria das mulheres gosta de romantismo, rosas, filmes de amor e pequenos detalhes, e a moda se inspirou nisso para criar peças maravilhosas e ultra-femininas para esta temporada. Materiais como gaze, rendas, estampas floridas delicadas, boleros, pérolas e plissados com tons tênues enchem as vitrines nessa época.

O estilo romântico é ideal para todas as mulheres que gostam de se vestir bem, mostrar pouco e, acima de tudo, parecer femininas, doces e ingênuas. É perfeito para todas as épocas do ano. Alguns elementos e pequenos detalhes definem as diferenças de visual para cada estação, mas a tonalidade dos tecidos, por sua leveza, mostra-se ideal para as temporadas mais quentes.
Esse estilo também tem em sua essência toques vintage, por isso, é bom guardar o colete dos anos setenta da sua mãe ou uma blusa de renda da sua irmã mais velha e combinar essas peças com outros elementos que podem ser encontrados em lojas, como um colar de pérolas. Você vai ficar charmosa e muito romântica.

As cores do estilo romântico são suaves e se caracterizam por tons pastel, claros, marfim, bege e nude. Esses tons são perfeitos para dar destaque ao rosto, especialmente se você tem a pele morena. Prefira sempre a maquiagem suave, quase natural. O estilo também se caracteriza pelo uso de apliques, ondulações e bordados que dão doçura ao visual, mas é importante encontrar um ponto de equilíbrio para evitar o exagero. Como sempre digo, menos é mais. Por isso, escolha um elemento com estilo bem romântico combinado com peças mais sóbrias para destacar o visual e criar um look romântico e feminino.
Para quem quer um estilo romântico, não podem faltar transparências, boleros, laços, pequenos bordados em pérolas e tecidos leves. Esse estilo é válido para o dia e para a noite, inclusive para momentos especiais, como festas de gala e o grande dia de seu casamento. 















19.3.21

Casamento Estilo Vintage

A grande tendência é sem dúvida o casamento vintage

O estilo vintage é um bom exemplo de decoração romântica e delicada. Esta tendência propõe um resgate às melhores características de décadas passadas, principal dos anos 1920 aos 1960. Essa recuperação de peças e objetos clássicos une-se ao retrô, uma tendência que buscar criar peças novas com uma cara antiguinha. Toda essa nostalgia se reflete em uma festa com muito romantismo e delicadeza.
E é ainda acolhedor, divertido e familiar. As pessoas se sentem mais a vontade num ambiente que é extremamente belo pela simplicidade, ressaltando a idéia de "felicidade nas pequenas coisas".
O estilo vintage grita por tons pastéis... A decoração, as pérolas, os arranjos baixos para mesa, os cristais, as porcelanas, renda, tecidos florais... As plaquinhas, letras, quadros, vasos, fotos espalhadas... Tudo isso se enquadra na proposta.

Vamos a algumas idéias simples de decoração vintage que vão romantizar e deixar o cenário  de seu casamento apaixonante e inesquecível.














17.3.21

Bolo de Casamento


História
A história do bolo de casamento remonta à Roma antiga. Durante o tempo deste império, um pão de casamento era feito especialmente para ser quebrado sobre a cabeça da noiva durante a cerimônia. Esta cerimônia de "quebra" foi substituída por uma cerimônia de "beijar" na Inglaterra medieval. Durante a cerimônia, os convidados empilhavam pequenos bolos e os noivos se beijavam sobre a pilha. No século XVII, era servida uma torta pela noiva aos convidados. O moderno bolo de casamento foi introduzido no século XIX.

Significado
O bolo de casamento sempre existiu, embora o seu significado tenha mudado. Em Roma, o pão quebrado representava a quebra da virgindade da noiva e da liderança do seu marido. Para aqueles casais que completavam com sucesso a cerimônia de beijar, isso significava que eles teriam muitos filhos. A torta que era servida pela noiva, tinha um anel escondido, a pessoa que o encontrasse era considerado pela tradição o próximo que iria se casar.

Tipos
Os bolos de casamento não foram sempre iguarias de confeitaria. Os romanos usavam um pedaço de pão de cevada para a sua cerimônia. Casais ingleses medievais recebiam uma mistura básica de farinha sem açúcar de seus convidados. A torta da noiva era de pães doces ou picado de carne de carneiro. Os bolos de casamento originais eram bolos de ameixa simples.

Função
Os bolos de casamento têm servido principalmente a função de fornecer um símbolo de boa vontade para o casal no futuro. Historicamente, os bolos representam fertilidade, pureza e lealdade. Os pedaços de bolos de casamento, servidos aos convidados, representavam boa sorte. Hoje, a cerimônia de corte de bolo, tem vários símbolos. 

Significados modernos
Vários desses simbolos tem o seu significado que remontam a estes bolos anteriores. A noiva e o noivo começam a cerimônia cortando o bolo juntos. Este simbolo representa a primeira ação conjunta do casal como marido e mulher. Um alimentar o outro, representa o desejo mútuo de se cuidar. Servir os convidados com um pedaço do bolo, simboliza a crença que comer um pouco do bolo trará boa sorte.

Os bolos de casamento podem ser cenográficos ("fakes") ou bolos verdadeiros. Eles podem ser autênticas obras de arte com flores, rendas, corações de açúcar. No topo dos bolos de casamento, encontra-se o "topo de bolo": noivinhos de biscuit, porcelana, madeira, tecido ou figurinhas. Existem também hoje alternativas ao tradicional bolo de casamento como cupcakes e outros bolinhos deliciosos.